Hora de colocar a casa em ordem (e a vida também!)

O outono é uma estação propícia para mudanças. Sejam elas pessoais, profissionais, espirituais… Assim como as árvores vão perdendo as suas folhas, nós precisamos aprender a abrir mão daquilo que já não nos tem serventia. Aqui no blog, nós batemos muito na tecla do minimalismo, de aprender a viver com menos. Dessa forma, podemos viver de maneira mais plena e nossa alma fica mais leve também. Que tal você aproveitar essa nova estação que chegou, para colocar a sua casa e vida em ordem? Abaixo, algumas dicas para você se organizar, liberar espaço na sua casa e no coração. Então bora abrir todas as janelas, tocar aquela playlist gostosa e colocar a mão na massa?

1- DEFINA O QUE FICA E O QUE VAI: Roupas, utensílios de cozinha, livros, CDs, documentos… Analise gaveta por gaveta, caixa por caixa. Fique apenas com itens necessários. Ou seja, que você adora, que remetem à lembranças boas e que estão em boas condições. Objetos quebrados, documentos sem validade, roupas que você nunca usa, tchau! O seu cérebro associará essa “arrumação” de espaços físicos, com a sensação de que está tudo em ordem. Sendo assim, você se sentirá mais leve e feliz.

Tu-tu

2 – ARRUME SEU ESPAÇO DE TRABALHO: Trabalhar com uma bancada cheia de bagunça, dá a sensação de milhões de tarefas a serem feitas. Chegou aquela hora de analisar aquela pilha de papéis, se desfazer do que não é necessário, separar os papéis importantes em pastinhas etiquetadas, etc. Outra dica legal é fazer uma boa limpeza em seu computador, caixa de e-mails, programas e aplicativos que você não usa. Essas pequenas ações a deixarão mais produtiva e você otimizará seu tempo.

3- DÊ NOVAS UTILIDADES PARA OBJETOS ANTIGOS: Você pode transformar objetos sem uso, para utilizá-los com uma função totalmente nova. Aqui em casa, por exemplo, um conjunto de linhas de bordado se tornaram um chaveiro bem moderno. Um cinzeiro de pedra se tornou um porta-jóias. Mas lembre-se: esses objetos precisam ser ÚTEIS! Aproveite o Pinterest para se inspirar! 😉

Roman Bozhko

4- PARE DE PERDER DINHEIRO: Sabe quando compramos algo e depois descobrimos que já temos em casa não precisava ter comprado? Pois é, assim perdemos dinheiro de maneira desnecessária. Se você mantiver tudo organizado, saberá onde cada item está e não precisará comprar de novo sem necessidade.

5- FAÇA AQUELA BOA FAXINA: Aproveite que o frio ainda não chegou e faça uma limpeza geral em toda a casa. Mova os móveis de lugar, tire toda a poeira e limpe até nos cantinhos mais difíceis. Deixe o sol entrar pelos cômodos e a poeira sair pelas janelas! Depois, com tudo limpinho e arrumado, acenda uma vela perfumada. Além de uma simples faxina, esse ritual pode simbolizar também a remoção de coisas negativas dentro de você. Assim como a poeira que sai, tire todos os sentimentos negativos!

Volha Flaxeco

É importante manter a casa organizada, pois o lugar em que vivemos reflete como somos ou como estamos nos sentindo em determinado momento. Então, bora deixar essa casa leve, alegre e cheia de coisas boas? 🙂

A importância da pausa

Existem dias em que o desânimo toma conta e que tudo aquilo que parecia fazia sentido, deixa de fazer. A vontade de levantar da cama se torna quase inexistente e a vontade de ficar ali, quietinha, pensando na vida, parece de longe a melhor opção. Você já se sentiu assim? Fique tranquila, você não é a única! A maioria das mulheres também sentem isso ao menos uma vez por mês. E está tudo bem. É super normal e faz parte do ciclo menstrual.

Ao invés de sentir culpa, precisamos “desfrutar” desse momento. É tempo de reflexão. Precisamos entender que esses momentos de pausa são necessários em nossa vida. Analisar cada situação e tentar entender se estamos seguindo pelo caminho certo e tomando as melhores decisões. Pense na vida. Analise o que você tem feito para atingir suas metas pessoais e profissionais.

Benjamin Combs

Listamos aqui algumas dicas que podem ajudar você a sentir-se melhor:

  • TOME UM BANHO RELAXANTE: Lave a sua alma com um banho quentinho. Sinta o desânimo deixando o seu corpo e escorrendo pelo ralo. Use sais de banho, óleos perfumados ou seu sabonete preferido. O importante é deixar seu corpo bem hidratado e perfumado.
  • COLOQUE UMA ROUPA CONFORTÁVEL: Tire o pijama! Coloque aquela calça de abrigo super gostosa ou aquele suéter grandão. Sinta-se confortável e amparada.
  • PERFUME SUA CASA: Acenda uma velinha perfumada, um incenso ou até mesmo borrife seu aromatizador favorito pela casa. Abra as janelas e renove as energias!
  • OUÇA MÚSICA: Coloque sua playlist favorita para tocar. Cante junto ou apenas feche os olhos e ouça.
Roberto Nickson
  • OCUPE SUA MENTE: Leia um livro ou assista a algum filme. Mantenha sua mente ocupada e busque por inspiração.
  • VOCÊ MERECE UM AGRADO: Que tal dar uma caminhadinha até a padaria do bairro e comer uma fatia daquela torta gostosa, com um café bem quentinho? Hoje pode, você merece!
  • FAÇA LISTAS: Liste todas as suas qualidades. Trace novos objetivos. Liste ao menos 5 coisas boas que aconteceram com você no últimos tempos. Você vai perceber o quão sortuda e privilegiada é!
  • DESCANSE BASTANTE: Coloque seu sono em dia. Descanse bastante e vá dormir cedo. Você estará pronta para levantar da cama no dia seguinte e conquistar o mundo!
Jacalyn Beales

Claro, você não precisa esperar até ficar desanimada para usar uma das dicas acima. O ideal é que você faça algo por si mesma, todos os dias. Lembre-se que a saúde mental é tão importante quanto a física e que só estaremos cem por cento bem, se nossa mente estiver bem também. Respeite seu corpo e seus limites!

5 Atitudes para uma vida mais simples

Simplicidade nem sempre quer dizer somente ter poucos bens materiais. É claro que toda pessoa minimalista faz questão de não acumular muitos objetos, é uma consequência do seu estilo de vida. Mesmo assim, ser alguém simples tem a ver principalmente com pequenas atitudes que são tomadas no seu dia. Se você está buscando levar uma rotina mais leve e tranquila, este post é para você.

Dawid Zawiła

1. PERCEBA O LADO DAS COISAS 

A primeira e mais profunda dica pode fazer toda a diferença na maneira como você conduz a sua vida. Perceber o lado bom da vida é um hábito. Se você ainda não possui essa prática, experimente, comece aos poucos. Durante todos os dias, separe um momento do seu dia e faça uma reflexão e perceba pelo menos, uma coisa boa que tenha acontecido com você. Aos poucos, perceberá que essa atitude passará a fazer parte de sua rotina, e com certeza fará toda a diferença na maneira como você lida com cada desafio.

2. APRENDA A OUVIR 

Tão importante quanto expressar seus sentimentos, saber ouvir também é extremamente necessário. Nos dias de hoje, com tanta correria, muitas vezes acabamos não dando a devida atenção ao que as outras pessoas tem a nos dizer. Aprenda a parar e ouvir. Saiba ter calma e ouvir quando alguém pede sua ajuda. Muitas vezes problemas que parecem enormes e se tornam extremamente simples quando temos quem nos escute com atenção. Seja essa pessoa que sabe ouvir também.

Cara Fuller

3. SEJA CONSCIENTE COM SUAS AQUISIÇÕES 

Sem dúvida, esta é uma atitude essencial para quem deseja atingir uma vida mais simples e plena. Comprar por comprar não vai lhe trazer mais felicidade, pelo contrário, pode até lhe causar mais sofrimento quando você passa a trabalhar exaustivamente, apenas para ganhar mais dinheiro e ter mais bens materiais. Antes de comprar algum produto, experimente fazer algumas perguntas a si mesmo: “Eu realmente preciso disso que estou comprando? O preço que estou pagando por isso realmente vale a pena? Por quanto tempo isto estará na minha vida e quais os possíveis problemas que isso pode me causar?”. Não caia na tentação de comprar por comprar.

4. ENFRENTE SEUS SENTIMENTOS NEGATIVOS 

Viver é um eterno sobe e desce existencial. Com a experiência, vamos aprendendo que não tem como fugir dos problemas. Então, quando algo ruim acontecer, ou algum sentimento negativo lhe invadir, tenha bom senso e acolha e enfrente este sentimento, ao invés de apenas o ignorar. Muitas vezes, durante a infância, aprendemos que existe um lado feio nosso que não devemos mostrar para ninguém. Esta atitude num primeiro momento parece inofensiva, mas, ao poucos, ela vai fazendo com que passemos a enterrar todos os problemas embaixo do tapete. Porém, isso nunca resolve nada. Pelo contrário, muitas vezes faz com que fiquemos muito pior com o passar do tempo.

5.CULTIVE BOAS AMIZADES 

Acho que nem preciso dizer muito sobre essa atitude né? Cultivar boas amizades faz para bem para qualquer pessoa desde que o mundo é mundo. Seja um bom amigo e divida sua vida com quem também gosta de você, seja paciência e aprenda a dividir e a ouvir os seus amigos. Seja aberta a novas amizades e lembre-se sempre que ninguém é perfeito. Amigos são tudo na vida! 💜

Ornella Binni

Vídeo #3: Bate-papo sobre minimalismo

Olá mulheres criativas, tudo bem com vocês? Nessa terça-feira, um bate-papo em vídeo sobre minimalismo. Muitas de vocês já devem ter notado que falamos bastante sobre isso aqui no blog, veja mais aqui. Afinal, o que o minimalismo tem a ver com a criatividade? Alguém arrisca algum palpite?

Explicamos tudinho sobre isso no vídeo abaixo. Bora conferir?! Ah, e pra não perder o costume: SE INSCREVE NO NOSSO CANAL, CLIQUE AQUI! 🙂 Vem dar aquela força! 

Armário cápsula e a liberdade na hora de se vestir

Sempre gostei de moda, de saber o que é tendência por aí e poder me vestir de acordo com a minha personalidade. Porém, por mais que tivesse peças além do necessário, nunca conseguia me libertar daquela sensação de não ter o que vestir e não saber combinar as peças entre si. Sem falar do desejo incontrolável de querer comprar tudo o que meu dinheiro permitia. Mas aí eu descobri uma solução libertadora.

Pesquisando mais sobre o estilo de vida minimalista, (que, aliás, estou conseguindo aderir aos poucos), surgiram alguns conceitos como o Armário Cápsula e o Projeto 333. O que são? Ambos consistem em montar um armário apenas com as peças de roupas necessárias. Eliminar todos os excessos e deixar apenas as peças que trazem felicidade a você. Roupas que você não gosta, nunca usou ou então estão velhinhas demais? TCHAU! Fique apenas com o que você se sente bem. Dessa forma, você economizará um tempo incrível na hora de decidir o que vestir. E nada de sentir culpa, medo ou pena, ok? Desapegue mesmo, sem dó!

Priscilla du Preez

Na hora de escolher com quais peças ficar, lembre-se de escolher peças que combinem entre si. Outro fator importante é escolher peças de boa qualidade, que irão durar mais tempo. Ah, e você não precisa aderir apenas a peças com cores básicas ou sem estampas, ok? Misture estampas e crie novas possibilidades!

Pete Bellis

Atualmente, eu tenho 38 peças de roupas (exceto roupas íntimas, roupas de ginástica e roupas de dormir). Tenho 6 pares de sapatos e 5 acessórios. Se estou feliz? Muito! É super libertador ir ao shopping e não sentir aquela necessidade de “comprar apenas uma blusinha”.

É uma excelente maneira de economizar, ser mais consciente na hora de investir em roupas, otimizar tempo na hora de se vestir e além de tudo, ajudar o meio ambiente. Bora aderir a esse estilo?

 

 

Estilo de vida minimalista, o que é?

Quem acompanha o nosso blog, já deve ter notado que temos uma categoria chamada “minimalismo”. Resolvemos abordar este assunto aqui também, pois acreditamos em mundo mais criativo e em sintonia com nós mesmas. Pra quem não conhece, o minimalismo é um modo de vida que busca a leveza acima de todas as coisas, e diminuir o consumo como um todo. Vou tentar explicar melhor. No mundo em que vivemos hoje, somos diariamente bombardeados por milhares de imagens e situações que nos induzem a comprar determinados produtos e objetos. Essa atitude poderia ser inofensiva até certo ponto, se não fosse o crescente consumo exagerado que nossa sociedade vem presenciando nos últimos tempos. Sentimentos como “só serei realmente feliz depois de adquirir o produto x ou y” tornaram-se bem comuns.

Foto por Kari Shea

Eu nunca fui uma pessoa acumuladora, mas, podemos dizer que também não sou o ser humano mais contido e as vezes acabo comprando algumas coisinhas por impulso. Ter um estilo de vida minimalista significa acima de tudo ter mais controle e consciência sobre suas compras. É buscar ter o suficiente para ter uma vida boa, de acordo com suas necessidades. Mais do que unicamente ter menos bens materiais também, tem a ver com a simplicidade como um todo, e ter consciência de que a verdadeira felicidade está mesmo nas coisas mais simples do mundo.

Quanto a mim, sei que ainda tenho um certo caminho pela frente, pois como mencionei, ainda tenho algumas atitudes que gostaria mudar. Como nasci numa família simples e uma casa pequena, aprendi desde cedo a separar tudo o que que não queria mais, e acabei aprendendo muito com isso. Mas, um estilo de vida minimalista vai além apenas dos objetos físicos, tem a ver também com a mudança partindo do seu interior no mais profundo significado que isso possa ter.

Foto por Evan Kirby

E aí, ficou interessada em saber mais sobre o que é ser minimalista? Você segue ou já tentou seguir esse estilo? Conta pra gente aí nos comentários! 🙂

A Incansável Busca Pela Felicidade

Não é de hoje que a felicidade está ligada ao dinheiro. Muitas pessoas associam esses dois itens e acreditam que não é possível viver feliz gastando pouco.

Tem pessoas passam suas vidas inteiras buscando a felicidade em bens materiais. Seja um iPhone 15 (sim, eu sei que esse modelo não existe) ou o carro do próximo ano (porque o do ano atual já está ultrapassado, né) muita gente se contenta apenas quando coloca as mãos em itens assim. E, quando acontece algum imprevisto? A felicidade e a capacidade de contorná-lo, somem.

Morgan Sessions

Se você tem um pensamento semelhante, trabalha loucamente só para conseguir comprar coisas e “ser feliz”, PARE. Chegou o momento de você analisar a sua felicidade. Sei que parece clichê falar isso, mas tente ver a felicidade nas pequenas coisas.

Você quer ser feliz? Então precisa ser feliz AGORA, com o que tem. Aprenda que você tem tudo o que precisa. Descubra também como “precisar” tudo o que você tem. Itens desnecessários devem ir embora. Não adianta acreditar que a felicidade vem junto com as compras, isso é pura mentira! A felicidade precisa existir a cada manhã que o sol surge, a cada almoço em família ou a cada passeio de domingo. Ela precisa vir de dentro pra fora e não ao contrário. Comece hoje! Observe suas ações e seja grato pelos pequenos momentos. Assim, a felicidade plena surgirá. Pode ter certeza! 🙂

Averie Woodard

 

Hygge: Um Novo Estilo de Vida

Palavra estranha, né? Mas “Hygge” (lê-se Rigue), na Dinamarca, significa “conforto”. Para os dinamarqueses, esse conforto, aconchego, é considerado um estilo de vida. Tudo que traz sensação de bem estar, pode ser considerado Hygge. Seja o perfume das flores enfeitando a casa, uma manta quentinha e um bom livro, ou até apenas uma vela acesa, deixam o ambiente mais aconchegante. Todo dinamarquês que se preze, tenta transformar o máximo de situações vividas, em momentos acolhedores. Até nas reuniões de trabalho, um café ou um chazinho sempre estão presentes para melhorar as situações.

Alisa Anton

E você, já parou para tentar viver assim, com mais tranquilidade e aconchego? Desafie-se: Tente transformar cada momento vivido em um prazer. Assim, a vida se torna muito mais gostosa e bem vivida! Vale acender uma vela, abrir um bom vinho, ler um livro, ou até mesmo perfumar a casa. São detalhes assim que fazem toda a diferença. Vamos começar?

Clem Onojeghuo

A importância de desapegar

Foto por Averie Woodard

Desde a infância, vivemos em uma sociedade que estimula o consumo e a falta de consciência sob todos os aspectos. A mensagem que recebemos a todo momento é: “Existe algo errado com você! Seja como a maioria!. Seja em função da mídia, ou do nosso próprio estilo de vida (que adotamos sem perceber), muitas vezes fazemos certas escolhes sem o mínimo de questionamento. Sem identidade própria, o que fazemos é seguir a maioria, como animais no seu rebanho.

Saber desapegar não tem a ver somente com ter poucos seus bens materiais na sua vida, tem a ver também com fazer a escolha de levar uma vida mais leve, porque você percebeu que pode ser uma pessoa melhor assim, porque isso lhe faz bem, e porque quer realmente mudar. Seguidamente, as pessoas resumem o estilo de vida minimalista, simplesmente em ter poucos objetos materiais. Mas, esse estilo não fala somente sobre isso. Tem a ver também com ter uma alma desapegada, antes de tudo.

Seja na sua casa, no seu trabalho, na sua vida conjugal, saiba desapegar. Isso quer dizer que quando uma situação começa a não der certo, você não vai forçá-la até sua energia acabar, mas sim vai entender que aquilo não era pra acontecer, ou que aquele momento não era o mais favorável. Isso não tem nada a ver com ser alguém fraco, ou desistir daquilo que se quer, muito pelo contrário. Tem a ver com ser forte, e saber que a vida se torna mais leve quando as situações simplesmente acontecem, e não quando são forçadas a acontecer.