Como produzir fotos mais criativas?

Quem trabalha com fotografia, sabe: chega um momento que as ideias se esgotam, que o “poço da criatividade” seca. Acredite, você não é menos criativo ou talentoso por causa disso. A criatividade, assim como outras características humanas, precisam ser lidadas como hábitos. Ou seja, alimentadas dia após dia, como um exercício mental. E nesse post, daremos algumas dicas de como produzir fotos mais criativas e alimentar seu conhecimento fotográfico.

  • INTERNET, PRA QUE TE QUERO: A internet é mais ou menos como um poço infinito de ideias. Nela, você vai encontrar de tudo. (de tudo, meeeeesmo). Claro, é preciso saber filtrar. Mas o Pinterest, por exemplo, é um local que você vai encontrar muitas referências e ideias novas. Se você ainda não tem, vale a pena criar uma conta por lá. Mas tome cuidado, pois no momento em que você acessa, você tende a passar horas e horas vendo imagens e acaba esquecendo do mundo ao seu redor.
  • PASTINHA DE REFERÊNCIAS: Crie pastinhas de referências. Pode ser online, no computador ou até mesmo a boa e velha pastinha de elástico. O importante é ter um lugarzinho onde você possa acrescentar todas as ideias bacanas, como um baú do tesouro. Quando der branco e a criatividade for embora, basta você acessar essa pastinha e se inspirar novamente! (Ah, lembrando que não precisam ser apenas fotos do seu setor, ok? Coloque fotos de tudo que inspira você! Como por exemplo de locais que você gostaria de visitar, de editoriais de moda, de arquitetura, porque o enquadramento é bonito, porque você gostou das cores… etc! Use a criatividade!).
Lucas Sankey
  • FUJA DO ÓBVIO: Se você precisa de ideias para fotos, procure por essas ideias em outros tipos de arte. Leia um livro, assista a um filme, ouça música. Fuja do óbvio e encontre a criatividade quando você menos esperar!
  • BRINCADEIRA DO FILME: Escolha o trailer de um filme que você adora. Coloque o trailer para rodar e vá pausando em cenas que você acredita que dariam ótimas fotografias. Você se surpreenderá com os enquadramentos e composições inusitadas. A partir dessa simples brincadeira, pode sair uma super ideia, né?
Lilly Rum
  • NÃO FORCE A BARRA: Não adianta passar horas tentando fazer alguma ideia cair do céu. Ela não cairá. Aproveite para dar uma caminhada, tomar um banho quente ou passear em algum lugar novo. Desopile a mente e a ideia surgirá quando você menos esperar. Eu garanto!

E aí, gostou das dicas? Quais dela você já aplica no seu dia a dia? Conta pra gente nos comentários! 🙂

5 provas de que boas fotografias fazem a diferença na hora de vender o seu produto

A fotografia pode ser um item determinante para quem vende produtos online. Infelizmente, é comum acessarmos sites e redes sociais de determinadas marcas ou empresas e encontrarmos fotos que “deixam a desejar”. Sejam fotos feitas por celular, tremidas ou de má qualidade, se um possível comprador está em dúvida na hora de adquirir um produto, uma foto bem feita provavelmente o convencerá de que o produto vale a pena (e vice versa). Não há dúvidas: uma boa fotografia, vende. Quer saber porque? Abaixo, listamos 5 motivos que comprovarão isso:

  • BOAS FOTOGRAFIAS PASSAM CREDIBILIDADE: Quem faz vendas online, precisa passar confiança ao cliente, pois ele não conhece o produto pessoalmente e não quer ser enganado, comprando algo que não cumpra com as suas expectativas. Uma foto bem feita, que mostre todas as características do produto, ajudarão o seu cliente a acreditar que o seu produto possui qualidade, que é bem feito e que você e sua empresa são sérios.
  • BOAS FOTOGRAFIAS REPRESENTAM CAPRICHO: A foto pode ser simples, mas precisa ser bem feita. Iluminação, enquadramento, cenário…são inúmeros detalhes que ajudam a mostrar para o seu cliente que você se importa. Fotos tortas, tremidas ou mal iluminadas passam a sensação de que foram “feitas de qualquer jeito”.
Annie Spratt
  • BOAS FOTOGRAFIAS REPRESENTAM ESTILO/PERSONALIDADE: Uma foto pode dizer muito sobre o estilo, personalidade e valores da sua empresa. Se as fotos forem feitas no campo, por exemplo, os clientes já perceberão que é uma empresa que se importa com o meio ambiente. Não adianta fazer milhões de fotos em estilos diferentes, pois assim você confundirá a todos e não conseguirá atingir o público ideal.
  • BOAS FOTOGRAFIAS DEMONSTRAM O SEU COMPROMETIMENTO COM A SUA EMPRESA: Uma boa seleção e curadoria, na hora de publicar as suas fotos, mostram cuidado e comprometimento, pois seu cliente verá que você cuida de tudo, até dos mínimos detalhes. Lembra daquilo que falei sobre “fazer de qualquer jeito”?
  • BOAS FOTOGRAFIAS APAIXONAM QUEM AS VÊ: Quem nunca viu uma fotografia de bolo e sentiu vontade de comê-lo? Ou então viu uma foto de praia e sentiu vontade de viajar? Fotografias possuem esse poder!
Jesse Orrico

E você, está precisando de boas fotografias? Seja foto de produtos, fotos corporativas suas ou até mesmo um editorial, nós, do Pagu, agora realizamos esse serviço. Entre em contato com a gente, para saber mais. E deixe o seu site, portfólio e até mesmo as redes sociais, ainda mais bonitos e cativantes.

Como começar a fotografar? (parte 1)

A fotografia é uma profissão muito subestimada. Muita gente acredita que fotografar é a coisa mais fácil do mundo, que basta apertar um botão e a foto aparece magicamente ali, na telinha, prontinha pra ser compartilhada. E, por esse motivo, tem muita gente que quer “virar fotógrafo” da noite para o dia. Se você quer começar a ter uma carreira na fotografia e acha que vai ser molezinha, já te adianto: não vai. Agora, se você tem persistência, gosta de enfrentar desafios e, assim como eu, é apaixonado por essa arte, pode continuar a ler esse texto. 🙂

Koko Curio

Como começar a fotografar?

Com a facilidade de comprar uma câmera boa, ou até mesmo com a facilidade de usar smartphones, a profissão do fotógrafo se desvalorizou muito nos últimos tempos. Há muita gente que (INFELIZMENTE) deixa de contratar um fotógrafo, porque acha que com a câmera boa do seu celular, vai ter um resultado satisfatório. Esse pensamento é lamentável, pois um fotógrafo estuda muito sobre iluminação, enquadramento, composição, edição de imagens, etc.

Então abaixo, algumas dicas bem básicas que ajudarão você a se inserir nesse mercado da fotografia:

  • ESTUDE: Parece óbvio, né? Mas não é. Já ouvi muita gente dizer “sério que existe uma faculdade pra aprender a tirar foto?” ou “é só apertar um botão, não tem segredo”. Então uma pequena dica: se você gosta de fotografar e não conhece as palavras ISO, Velocidade e Abertura, comece por aí. Essas palavrinhas acompanharão você durante toda a vida.
  • ESTUDE MAIS: Já aprendeu as regrinhas básicas? Então agora é hora de aprender mais! Estude enquadramento, tipos de iluminação, regra dos terços, composição, etc. Teoria é muito importante!
Thought Catalog
  • DEFINA SUA ÁREA: Você já descobriu em qual caminho da fotografia deseja seguir? São muitos: fotografia publicitária, fotografia ambiental, fotografia de arquitetura, fotografia de eventos e assim por diante… ninguém consegue abraçar tudo. Portanto, definir o seu nicho é essencial para poder se aprimorar nele.
  • COLOQUE EM PRÁTICA: Agora que você já sabe fotografar e também já descobriu o que gosta de fotografar, chegou a hora de praticar. Afinal, a prática leva à perfeição, né? Se você gosta de fotografar pessoas, convide um amigo para ser fotografado. Caso você prefira fotografar arquitetura, passeie pela sua cidade registrando prédios e linhas. Se a sua área é a fotografia ambiental, um passeio pelo Zoo da cidade é uma boa ideia… e assim por diante. Aproveite para testar novas técnicas, tipos de iluminação, ângulos… deixe a criatividade fluir!
Artem Sapegin
  • DIVULGUE: Depois de praticar muito (fotografe vários amigos, passeie por vários parques… continue praticando! O legal é que você sempre tente melhorar), chegou a hora de divulgar o seu trabalho. Que tal criar um blog? Uma conta no Instagram? Não tenha medo de mostrar o que você tem feito, desde que você esteja satisfeito com o resultado.

Esse texto foi dividido em duas partes. Essa primeira parte que você leu, trata mais sobre a técnica fotográfica em si. Já a segunda parte desse texto, que será publicada em breve, abordará dicas práticas de como começar a vender  seu trabalho fotográfico e como começar a ter clientes. Não vai perder, né? 🙂