7 ilustradoras que você precisa conhecer

Nós somos apaixonadas por todos os tipos de arte. Principalmente, quando se trata de arte feita por mulheres talentosíssimas ao redor do mundo. Por isso, selecionamos aqui 7 ilustradoras que você PRECISA conhecer e seguir hoje mesmo.

  1. Sally Nixon: @sallustration Nós já falamos sobre o trabalho dela, aqui. Sally é americana e retrata através de ilustrações a rotina e situações que toda mulher já passou ou ainda passará pelo menos alguma vez na vida. Seja escovar os dentes durante o banho, sair pra jantar com alguma amiga ou apenas ficar em casa, de pijamas.
Sally Nixon

2. Pri Barbosa: @priii_barbosa Uma ilustradora brasileira, que representa o universo feminino, aceitação e a sororidade através de sua arte. As ilustrações da Pri são facilmente conhecidas pelos traços e também pelos diversos tons de rosa predominantes.

Pri Barbosa

3. Bodil Jane: @bodiljane A holandesa Bodil Jane não poderia ficar de fora da nossa listinha. Dentro das suas temáticas favoritas, estão as ilustrações de pessoas, comidas, lugares e animais. Todas lindas, coloridas e cheias de detalhes.

Bodil Jane

4. Oana Befort: @oanabefort A romena Oana Befort também já passou por aqui (e você pode ver uma matéria inteirinha sobre ela, clicando aqui). Seu trabalho é delicado, realista e cheio de cores. Sua especialidade, por assim dizer, são ilustrações de fauna e flora.

Oana Befort

5. Gemma Corell: @gemmacorell Você provavelmente já conhece o trabalho da inglesa Gemma Corell, sem saber. Já viu aqueles cartoons divertidinhos de uma jovem-adulta perdida na vida, ou então gatinhos preguiçosos? Pois é, essa é a arte dela. Tão bonitinho e engraçado, que não poderia estar de fora da nossa lista.

Gemma Corell

6. Andrea Wan: @andrea_wan Braços, pernas, folhas, galhos… a arte da chinesa Andrea Wan é intrínseca, profunda, íntima. Pessoas desenhadas de maneira inusitada e não convencional, são o que deixam tudo ainda mais especial.

Andrea Wan

7. Amélie Fontaine: @bonjourameliefontaine A francesa que ilustra livros infantis com maestria. Tão coloridos e graciosos que dá vontade de voltar a ser criança para colecionar todos. Conheça o trabalho dela e se apaixone, assim como a gente.

Amélie Fontaine

E agora queremos saber, qual ilustradora você acha que precisa fazer parte dessa nossa listinha? Conta pra gente! Adoramos conhecer trabalhos novos, de gente tão talentosa assim. 🙂

Pantone 2018: Ultra Violet – A Cor do ano

A Pantone é uma escala de cores que foi criada nos EUA em 1962. Desde então, se tornou a escala padrão em segmentos como moda, design, decoração, arquitetura e entre tantos outros. Desde 2000, a Pantone vem criando a cor do ano, que nada mais é do que uma cor que se tornará tendência no próximo ano. Vocês lembram do Marsala? do Rose Quartz? Pois então, agora em 2018, a cor que já está aparecendo por aí em diversos lugares, é o Ultra Violet. Uma espécia de roxo (Vocês repararam que é semelhante à cor do nosso logotipo? Será que isso significa que 2018 será o nosso ano por aqui? hahaha).

Divulgação Pantone
  • MODA
Pinterest
Pinterest
Pinterest
  • DECORAÇÃO
Pinterest
Pinterest
Pinterest
  • DESIGN/ FOTOGRAFIA
Pinterest
Pinterest
Pinterest
Pinterest
Pinterest
Pinterest

E você, já está usando a cor do ano em seu trabalho? Envie uma foto de um trabalho seu com o Ultra Violet, que publicaremos em nosso Instagram! 😉

Como transformar o hobby em profissão?

Quando falamos sobre profissões que envolvam arte e criatividade, tem muita gente por aí que não as enxerga como profissões e sim como apenas um hobby. Uma certa vez, durante uma festa em que eu estava fotografando em um sábado, um convidado me questionou sobre qual era o meu trabalho durante a semana. Oi? Eu sou fotógrafa em tempo integral! Durante a semana eu trabalho na edição de fotos, contabilidade, prospecção de novos clientes, redes sociais, montagem de álbuns, etc. etc. etc. Tem muuuuita coisa para ser feita além de fotografar efetivamente.

Quem tem uma empresa, tem muito trabalho a ser feito. É uma constante evolução e uma constante batalha, dia após dia, para convencer aos outros que as nossas profissões criativas são tão necessárias e importantes como qualquer outra e que precisam ser levadas a sério. Você desenha, pinta, borda ou realiza algum trabalho criativo e quer torná-lo sua profissão? Temos algumas dicas para começar com o pé direito e desde cedo ter bastante credibilidade com os clientes e parceiros.

  • CRIE UM PLANEJAMENTO E TRILHE PASSOS PARA ONDE VOCÊ QUER CHEGAR: É muito importante saber onde você está, onde você quer chegar e o que você precisa para chegar lá. Crie metas realizáveis dentro de três meses, um ano, cinco anos… E claro, trabalhe muito para realizá-las!
  • TENHA UMA IDENTIDADE VISUAL QUE CONDIGA COM O SEU TRABALHO E SUA PERSONALIDADE: As pessoas julgam sim um livro pela capa. Pensando nisso, é muito importante que você tenha uma identidade visual. Pode ser simples, mas precisa ser bem feita e com a sua personalidade. Não adianta ter um logotipo em tons de amarelo, se você odeia amarelo. Entendeu? Transmita em cada detalhe um pouquinho de você. Lembre-se também do material gráfico: cartões de visita, pdf de apresentações e orçamentos. Faça tudo com capricho, para surpreender seu cliente, anotado?

    Hipster Mum
  • ESTEJA PRESENTE NAS REDES SOCIAIS: Agora que você já sabe onde quer chegar com o seu trabalho e também já tem uma identidade bacana, chegou a hora de mostrá-la para o mundo. Ter uma conta profissional no Instagram e no Facebook, por exemplo, para divulgar os seus trabalhos, é uma excelente maneira de conquistar clientes novos. Lembre-se sempre de publicar conteúdo relevante e o que o seu público alvo QUER ver!
  • AS PESSOAS PRECISAM ENCONTRAR VOCÊ. TENHA UM E-MAIL E SITE: Novamente, repito: Não precisa ser um site cheio de brilhos e luzinhas pisca-pisca para atrair a atenção do seu cliente. Um site claro e básico é o suficiente, desde que seja bem feito. É importante que seja fácil para os clientes encontrarem você e seu trabalho na internet, no meio de tanta informação.

    Jiri Wagner
  • REGISTRE SUA EMPRESA: Aquela parte burocrática que ninguém gosta, mas que é necessária…Com o registro da sua empresa, você pode emitir nota fiscal, adquirir um alvará da prefeitura caso queira ter um estabelecimento, além de ter todos os benefícios de qualquer outro cidadão.
  • MARKETING: Muitas pessoas não investem em marketing, por achar que não é necessário. Eu já digo totalmente o oposto! Pra você ter uma noção, um bom marketing possibilita você até a vender cachecol no deserto. Tenha boas noções sobre marketing e, se possível, peça ajuda a um profissional.
Jon Tyson
  • NUNCA PARE DE ESTUDAR: É um erro pensar que já se sabe tudo e que não precisa mais estudar. O mundo se atualiza constantemente e nós precisamos nos atualizar também. Ainda mais com o auxílio da internet: Canais no youtube, blogs, ebooks… tem tanto material ótimo (e gratuito) que só não aprende quem não quer.

E aí, gostou das nossas dicas? Bora transformar a sua arte em profissão e viver trabalhando com o que você ama? A gente apoia você!

Carol Rossetti e a Arte de Ilustrar a Realidade Feminina

Carol Rossetti é designer gráfico e ilustradora. Além de trabalhar com design em seu estúdio, é também criadora de dois projetos incríveis: O projeto Mulher e o projeto Cores.

O projeto Mulher alia ilustração à mensagens contra machismo, homofobia e racismo. Na luta por igualdade e respeito, Carol ilustra situações que todas nós já vivenciamos algum dia. São frequentemente abordados assuntos como tamanho do manequim, orientação sexual, estilo, etc.

Ela ressalta ainda que, por mais que suas personagens sejam garotas, este não é um projeto “para garotas”. O projeto é voltado a todos aqueles que se identificarem com uma ou mais situações. O “Mulheres” fez tanto sucesso que se tornou até livro. Se você gostou, pode adquiri-lo aqui: Mulheres – Retratos de Respeito, Amor-Próprio, Direitos e Dignidade.

Outro projeto da Carol que eu havia comentado no início do post, é o Cores. São quadrinhos com personagens infantis cheios de imaginação e que querem transformar o mundo em um lugar melhor.

E o mais legal: o Cores também se tornou livrinho e você pode adquiri-lo aqui.