Como criar o hábito de ler?

A leitura só traz benefícios para a nossa vida. Entre eles, adquirir conhecimento, aprimorar a concentração e também expandir o vocabulário. Mas nem todo mundo gosta de ler. Muitas vezes bate aquela preguiça, ou até mesmo a famosa desculpa da “falta de tempo”. Você também usa alguma das desculpas citadas, mas está querendo reverter essa situação? Nós podemos te ajudar!

O primeiro passo, é escolher um livro de algum assunto que lhe agrade. Não precisa ser livro técnico ou um livro clássico, com difícil vocabulário. Pode ser até aquele romance “água com açúcar”, sabe? O importante é que você se identifique com o resumo da história.

Nguyen

Você também não precisa ler o livro de uma só vez. Leia aos poucos, com calma. Vá saboreando cada página, imaginando os acontecimentos e os personagens em sua cabeça. Leia em torno de um capítulo, ou 10 páginas, por dia. Isso basta. Você perceberá que aos poucos, ficará curioso para querer saber o que acontece em seguida, e assim, não conseguirá desistir da história antes de chegar ao final.

Se você precisa de muita concentração, escolha praticar a leitura em locais calmos e vazios, como por exemplo o seu quarto, antes de dormir. Deite em sua cama, de maneira confortável e assim absorva a história escolhida. Agora, se você não possui problemas com barulhos externos, aproveite para ler nas horas vagas, como por exemplo no trem, durante o trajeto até o trabalho, ou em um café, enquanto aguarda o cliente chegar para a reunião.

Alice Hampson

A leitura é um hábito, assim como exercícios físicos, e também requer muita disciplina para ser levada adiante. Mas, acredite: depois de adquirir esse hábito, você não conseguirá mais viver sem um livro ao lado da cama ou até mesmo na mochila. Seja ele digital ou do bom e velho papel.

Hora de colocar a casa em ordem (e a vida também!)

O outono é uma estação propícia para mudanças. Sejam elas pessoais, profissionais, espirituais… Assim como as árvores vão perdendo as suas folhas, nós precisamos aprender a abrir mão daquilo que já não nos tem serventia. Aqui no blog, nós batemos muito na tecla do minimalismo, de aprender a viver com menos. Dessa forma, podemos viver de maneira mais plena e nossa alma fica mais leve também. Que tal você aproveitar essa nova estação que chegou, para colocar a sua casa e vida em ordem? Abaixo, algumas dicas para você se organizar, liberar espaço na sua casa e no coração. Então bora abrir todas as janelas, tocar aquela playlist gostosa e colocar a mão na massa?

1- DEFINA O QUE FICA E O QUE VAI: Roupas, utensílios de cozinha, livros, CDs, documentos… Analise gaveta por gaveta, caixa por caixa. Fique apenas com itens necessários. Ou seja, que você adora, que remetem à lembranças boas e que estão em boas condições. Objetos quebrados, documentos sem validade, roupas que você nunca usa, tchau! O seu cérebro associará essa “arrumação” de espaços físicos, com a sensação de que está tudo em ordem. Sendo assim, você se sentirá mais leve e feliz.

Tu-tu

2 – ARRUME SEU ESPAÇO DE TRABALHO: Trabalhar com uma bancada cheia de bagunça, dá a sensação de milhões de tarefas a serem feitas. Chegou aquela hora de analisar aquela pilha de papéis, se desfazer do que não é necessário, separar os papéis importantes em pastinhas etiquetadas, etc. Outra dica legal é fazer uma boa limpeza em seu computador, caixa de e-mails, programas e aplicativos que você não usa. Essas pequenas ações a deixarão mais produtiva e você otimizará seu tempo.

3- DÊ NOVAS UTILIDADES PARA OBJETOS ANTIGOS: Você pode transformar objetos sem uso, para utilizá-los com uma função totalmente nova. Aqui em casa, por exemplo, um conjunto de linhas de bordado se tornaram um chaveiro bem moderno. Um cinzeiro de pedra se tornou um porta-jóias. Mas lembre-se: esses objetos precisam ser ÚTEIS! Aproveite o Pinterest para se inspirar! 😉

Roman Bozhko

4- PARE DE PERDER DINHEIRO: Sabe quando compramos algo e depois descobrimos que já temos em casa não precisava ter comprado? Pois é, assim perdemos dinheiro de maneira desnecessária. Se você mantiver tudo organizado, saberá onde cada item está e não precisará comprar de novo sem necessidade.

5- FAÇA AQUELA BOA FAXINA: Aproveite que o frio ainda não chegou e faça uma limpeza geral em toda a casa. Mova os móveis de lugar, tire toda a poeira e limpe até nos cantinhos mais difíceis. Deixe o sol entrar pelos cômodos e a poeira sair pelas janelas! Depois, com tudo limpinho e arrumado, acenda uma vela perfumada. Além de uma simples faxina, esse ritual pode simbolizar também a remoção de coisas negativas dentro de você. Assim como a poeira que sai, tire todos os sentimentos negativos!

Volha Flaxeco

É importante manter a casa organizada, pois o lugar em que vivemos reflete como somos ou como estamos nos sentindo em determinado momento. Então, bora deixar essa casa leve, alegre e cheia de coisas boas? 🙂

Tudo bem não estar bem

O outono chegou. E não sei vocês, mas a mim ele sempre causa transformações. O frio começa a entrar pela janela, os dias terminam mais cedo e o desânimo começa a querer se aproximar. E sabe de uma coisa? Ao invés de ensinar você a espantar o desânimo, vou ensinar você a entendê-lo melhor.

Tem dias (ou até mesmo semanas) que a gente fica meio sem rumo, né? Seja por algum acontecimento específico, ou por múltiplas situações, chega um ponto em que a gente parece só querer ficar ali, quietinha, esperando o ânimo dar as caras novamente. E vou te contar um segredo: ele vai voltar! Você não precisa fingir que está tudo bem, forçar risadas ou sentir-se ingrata por estar meio pra baixo. É normal! Ninguém no mundo fica bem e feliz 24h por dia, 365 dias por ano.

Cada um de nós possui os seus ciclos e, em cada um de nós, ocorrem transformações internas. Já andei falando sobre isso a importância de fazer uma pausa, AQUI. Use esse tempo para tentar clarear seus sentimentos. Use esse tempo para colocá-los para fora. Escreva um texto, chore, medite. Calma, não precisa tomar nenhuma decisão importante! Não precisa também ser super produtiva. Se você tiver vontade de dormir uma horinha a mais, tudo bem também. Leve seu tempo para se recuperar. Não se cobre demais e também não deixe os outros cobrarem de você.

Porque, afinal de contas, a gente passa por muitos outonos e invernos em nossa vida. Mas no final, a gente sempre sabe que o sol e o calor da primavera e verão, voltarão a brilhar. É tudo questão de tempo.

A importância da pausa

Existem dias em que o desânimo toma conta e que tudo aquilo que parecia fazia sentido, deixa de fazer. A vontade de levantar da cama se torna quase inexistente e a vontade de ficar ali, quietinha, pensando na vida, parece de longe a melhor opção. Você já se sentiu assim? Fique tranquila, você não é a única! A maioria das mulheres também sentem isso ao menos uma vez por mês. E está tudo bem. É super normal e faz parte do ciclo menstrual.

Ao invés de sentir culpa, precisamos “desfrutar” desse momento. É tempo de reflexão. Precisamos entender que esses momentos de pausa são necessários em nossa vida. Analisar cada situação e tentar entender se estamos seguindo pelo caminho certo e tomando as melhores decisões. Pense na vida. Analise o que você tem feito para atingir suas metas pessoais e profissionais.

Benjamin Combs

Listamos aqui algumas dicas que podem ajudar você a sentir-se melhor:

  • TOME UM BANHO RELAXANTE: Lave a sua alma com um banho quentinho. Sinta o desânimo deixando o seu corpo e escorrendo pelo ralo. Use sais de banho, óleos perfumados ou seu sabonete preferido. O importante é deixar seu corpo bem hidratado e perfumado.
  • COLOQUE UMA ROUPA CONFORTÁVEL: Tire o pijama! Coloque aquela calça de abrigo super gostosa ou aquele suéter grandão. Sinta-se confortável e amparada.
  • PERFUME SUA CASA: Acenda uma velinha perfumada, um incenso ou até mesmo borrife seu aromatizador favorito pela casa. Abra as janelas e renove as energias!
  • OUÇA MÚSICA: Coloque sua playlist favorita para tocar. Cante junto ou apenas feche os olhos e ouça.
Roberto Nickson
  • OCUPE SUA MENTE: Leia um livro ou assista a algum filme. Mantenha sua mente ocupada e busque por inspiração.
  • VOCÊ MERECE UM AGRADO: Que tal dar uma caminhadinha até a padaria do bairro e comer uma fatia daquela torta gostosa, com um café bem quentinho? Hoje pode, você merece!
  • FAÇA LISTAS: Liste todas as suas qualidades. Trace novos objetivos. Liste ao menos 5 coisas boas que aconteceram com você no últimos tempos. Você vai perceber o quão sortuda e privilegiada é!
  • DESCANSE BASTANTE: Coloque seu sono em dia. Descanse bastante e vá dormir cedo. Você estará pronta para levantar da cama no dia seguinte e conquistar o mundo!
Jacalyn Beales

Claro, você não precisa esperar até ficar desanimada para usar uma das dicas acima. O ideal é que você faça algo por si mesma, todos os dias. Lembre-se que a saúde mental é tão importante quanto a física e que só estaremos cem por cento bem, se nossa mente estiver bem também. Respeite seu corpo e seus limites!

Mudar é bom!

Muita gente não curte mudanças. Gosta da vida estagnada, com uma rotina bem definida. Uma pena, porque mudar é muito bom. Mudar aflora a nossa criatividade, nos deixa mais leves, diminui a nossa zona de conforto. E não precisa começar com uma mudança super radical, não. Pequenas atitudes já valem muito!

Comece mudando o corte de cabelo;

Depois, mude os móveis do quarto de lugar;

Quem sabe mudar a rotina? Levantar mais cedo?

Trocar de emprego, talvez? Fazer aquilo que você sempre gostou?

E, pros mais destemidos: Porque não mudar de casa, cidade, estado ou até mesmo país?

Todas as mudanças são positivas. É sinal de evolução. Afinal, não somos árvores para ficar enraizados, né?

Billy Pasco

Atualmente, estou passando por mudanças na vida pessoal e profissional. Na pessoal, estou há quase um ano evitando comer carne e tentando levar uma vida menos acelerada e frenética. Meditação e exercícios físicos fazem parte dessa minha nova vida. Na profissional, o Poliana de Aguiar Fotografias está deixando de existir. A partir de janeiro uma nova empresa surgirá. (E ainda não posso dar spoilers por aqui hahaha). Essas mudanças dão um gás na vida da gente. Ajudam a mudar a perspectiva de tudo ao nosso redor, além de nos deixar mais felizes e satisfeitos.

Slava Bowman

Mudanças não são sinal de fracasso. Mudanças são sinal de que você também mudou. Que tal aproveitar o novo ano que chega, para mudar também? Ao invés de trocar só o calendário, mude tudo aquilo que incomoda você. Agora é a hora! A vida é muito, muito curta pra criar raízes. (É SÉRIO!).