Pagu – Mulheres Criativas

Mulheres Criativas #16: Estúdio TE

Olá gente! Depois de muito trabalho e um pouco de suspense, enfim saiu o nosso primeiro bate-papo do ano, com as queridas Sabrina e Isabela do Estúdio TE. Como comentamos em posts anteriores, este ano, além do bate-papo escrito, temos também o vídeo com os melhores momentos do encontro. Optamos por incluir o vídeo para trazer um pouco mais de aproximação dessas mulheres para vocês, além é claro, de produzir um material bacana para que elas possam utilizar para o seu portfólio. A ideia de manter a parte escrita tem a ver com proporcionar um outro tipo de entendimento do material, além apenas do visual, e também, complementar o vídeo.

Esperamos que gostem do resultado, e compartilhem muito a publicação para ajudar as gurias, e também, para levar inspirações para outras mulheres criativas mundo à fora. Boa leitura! 🙂

PAGU MULHERES CRIATIVAS: QUEM SÃO VOCÊS? E COMO CHEGARAM ATÉ AQUI?

Nós somos Sabrina Ramos (39) e Isabela Goidanich (35) do Estúdio TE, que é uma empresa de arquitetura/design de interiores e varejo. Eu (Isabela) sou formada em arquitetura pela Uniritter. Já morei e estudei em diversos estados e países diferentes. Entre estes, fiz estágio na França e mestrado de Arquitetura de Varejo em Barcelona. Após voltar ao Brasil, em meio a novas descobertas pessoais e profissionais, pude lecionar em uma escola de arte contemporânea. E lá, conheci a Sabrina.

Eu (Sabrina) sou formada em administração e trabalhei como executiva em grandes empresas por quase 10 anos. Após morar um tempo sozinha em Curitiba por conta de uma transferência, voltei para o RS e me desliguei da empresa. Comecei a procurar uma nova área de trabalho, que fosse relacionada à arte, pois desde pequena cresci cercada por ela. Fiz cursos de design de interiores, iluminação, entre outros, na escola onde a Isa lecionava. Convidei a Isa para participar da criação de um projeto comercial comigo e, desde então, nos demos tão bem que decidimos trabalhar juntas.

PAGU MULHERES CRIATIVAS: QUAL O FOCO DO TRABALHO DE VOCÊS?

A nossa empresa é focada em arquitetura e design de varejo. Nós também fazemos projetos residenciais, porém, são duas dinâmicas bem diferentes. No design de varejo, o cliente costuma seguir a risca os nossos planejamentos, pois sabe o que é melhor para as vendas. Já nos projetos residenciais, muitas vezes o cliente acaba mudando de ideia no decorrer do trabalho.

PAGU MULHERES CRIATIVAS: COMO É O PROCESSO CRIATIVO? NO QUE SE INSPIRAM?

As inspirações variam de acordo com cada projeto. Eu (Isabela) costumo pesquisar muitas referências em outros projetos arquitetônicos. Gosto de pesquisar projetos de lojas, casas e até mesmo barcos. Eu tento não desenhá-lo no primeiro momento, para não limitar meu pensamento. Costumo olhar muitas imagens. Outra coisa que me inspira também, é a natureza. Galhos que se encontram, a terra seca que fica craquelada… e é à noite, antes de dormir, fecho o olho e começo a montar o projeto na minha imaginação. É muito comum eu dormir pensando em um ambiente e acabar sonhando com ele. As ideias surgem frescas pela manhã.

Já eu (Sabrina), gosto de fazer a parte dos itens que já existem. Adoro buscar referências de arquitetura, design de produtos e entre outros. E para mim, a técnica de pensar no projeto durante à noite, funciona também. O importante, na minha opinião, é trabalhar relaxada e com liberdade, pois a pressão não nos ajuda.

PAGU MULHERES CRIATIVAS: VOCÊS JÁ SOFRERAM ALGUM TIPO DE PRECONCEITO POR EXERCEREM PROFISSÕES CRIATIVAS?

Sempre tivemos apoio de nossas famílias. Quando largamos os nossos empregos convencionais, sentimos certa insegurança de nossos familiares, porém eles sempre apoiaram e torcem pelo nosso sucesso.  A nossa profissão nos permite ter essa liberdade para criar a nossa própria rotina, o que é ótimo!

PAGU MULHERES CRIATIVAS: QUAL RECADO VOCÊS DEIXARIAM PARA AS PESSOAS QUE DESEJAM SEGUIR O MESMO CAMINHO QUE VOCÊS?

O importante é deixar nascer, crescer e fazer. Por mais que às vezes estejamos perdidos, se surgir algo, faça. Você precisa estar sempre em constante movimento, pois assim você conhecerá alguém, que conhecerá outra pessoa e assim por diante. Não podemos ficar parados. E também, faça o que for necessário até você descobrir o que realmente gosta. Não tenha medo de voltar a estudar, pois tudo é experiência.

Siga o Estúdio TE nas redes sociais:

FACEBOOK | INSTAGRAM

Bate-papos 2018
Mulheres criativas 2017!
Mulheres Criativas #15: Glenda Brendler